Genesis - Casamento de Isaque e Rebeca


Chamaram, pois, a Rebeca, e lhe perguntaram: Irás tu com este homem? Respondeu ela: Irei.” (Gn 24:58)
 
Isaque estava com quarenta anos, Sara sua mãe, já tinha morrido. Abraão tomou a decisão de arranjar uma esposa para o filho. Chamou seu servo de maior confiança, Elezier, e deu-lhe, sob juramento, a grande responsabilidade de buscar uma noiva para Isaque.

 Abraão havia decidido que Isaque não se casaria com uma mulher cananéia. Conforme o sistema patriarcal mandou Elezier, aos seus parentes, em Harã, na Mesopotâmia, para escolher uma jovem entre as mulheres de sua família, que também adorasse ao Deus de Abraão (Gn 24:1-9). Essa missão tinha que ser bem sucedida.

Elezier tomou dez camelos do seu senhor e partiu para a Mesopotâmia, a cidade de Naor (Gn 24:10). Chegando ao seu destino ajoelhou seus camelos fora da cidade, junto ao poço, na hora em que as mulheres saiam para tirar água (Gn 24:11). Colocando-se junto a fonte orou e pediu sabedoria a Deus, dizendo: “Ó Senhor, Deus de meu senhor Abraão, dá-me hoje, peço-te, bom êxito, e usa de benevolência para com o meu senhor Abraão. Eis que estou em pé diante a fonte, e as filhas dos homens desta cidade vêm saindo para tirar água; faze, pois, que a donzela a quem eu disser: Abaixa o teu cântaro, peço-te, para que eu beba; e ela responder: Bebe, e também darei de beber a teus camelos; seja aquela que designastes para o teu servo Isaque. Assim conhecerei que usaste de benevolência para com o meu senhor” (Gn 24:12-14). Esta foi uma das orações mais destacadas da Bíblia, não sô pela grande fé que mostrou, mas porque foi respondida antes de ser terminada. Elezier suplicou a Deus que lhe indicasse a jovem que desejava para Isaque.

Aconteceu que antes de Elezier acabar de falar, eis que Rebeca, filha de Betuel, filho de Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, saia com seu cântaro sobre o ombro (Gn 24:15). Era uma moça muito formosa e não havia conhecido varão (Gn 24:16).

 Então Eliezer se aproximou e pediu para beber da água de seu cântaro. E ela disse: Bebe meu senhor, e abaixou o cântaro sobre sua mão e deu-lhe de beber (Gn 24:17-18). E acabando ela de dar-lhe de beber, disse: Tirarei água também para seus camelos até que acabem de beber (Gn 24:19).

 Eliezer não estava em busca de qualquer mulher. Colocou-se a observar atentamente as características da moça. Contudo ele contava com a providência divina a fim de não se enganar. Rebeca pertencia a uma boa família, era virgem e formosa, demonstrava bondade e disposição para o trabalho (Gn 24: 17-20).

 Depois que os camelos saciaram a sede, tomou Eliezer um pendente e duas pulseiras de ouro e deu-os a Rebeca e perguntou-lhe de quem era filha. Ela respondeu: “Sou filha de Betuel, filho de Milca, o qual deu a Naor” e convidou-o para pousar em sua casa (Gn 24:23-25).

Então Eliezer inclinou-se e adorou o Senhor: “Bendito seja o Senhor de meu senhor Abraão que não retirou sua beneficência e a sua verdade de meu senhor e meu guiou até a casa dos irmãos de meu senhor” (Gn 24:27).

Posteriormente o servo de Abraão foi apresentado por Rebeca à sua mãe e seu irmão Labão. Elezier informou-os de sua missão e da surpreendente resposta de oração. Quando o assunto do casamento foi abordado o pai e o irmão de Rebeca concordaram (Gn 24:34-49), Chamaram Rebeca que aceitou seguir com Elezier e ficar noiva de Isaque (Gn 24:58).

O dote de Rebeca foi o de maior proporção e riquezas da época. Além do pendente e das pulseiras de ouro que havia recebido de Elezier (Gn 24;47), foram-lhe oferecidos dez camelos (Gn 24:10), vários utensílios de prata e ouro, vestidos e o resto do tesouro foi para o seu pai Betuel, seu irmão e sua mãe (Gn 24:53).

A história de Isaque e Rebeca é uma ilustração para o ensino sobre Jesus e a Igreja. Abraão é um tipo perfeito do Pai celestial. O Pai que prepara as bodas para seu amado filho (Mt 22:2); Isaque é o tipo perfeito de Jesus Cristo e igual a este foi oferecido em sacrifício. A semelhança de Cristo foi lhes dado todas as coisas (Fl 2:9-10) e amou sua esposa como Cristo ama a Igreja (Ef 5:25); Eliezer é o tipo perfeito do Espírito Santo. Foi a Harã buscar uma esposa para Isaque e o Espírito Santo no Pentecostes veio com o propósito de adquirir uma esposa para o Filho (At 2:1-4). Enquanto o Filho está no céu, o Espírito vem a terra para buscar a igreja (Jo 15:26) o servo Eliezer honrou o pai e o filho e atualmente o Espírito Santo faz o mesmo; e, Rebeca é o tipo perfeito da Igreja, respondeu positivamente a escolha de Deus. (Gn 24:58).
 
Rebeca, prima de Isaque, escolhida por Deus, deixou voluntariamente seus parentes e sua família para acompanhar a caravana que retornou à terra do Negebe (Gn 24:61). Quando Rebeca e Elezier chegaram próximo a casa de Abraão, Isaque veio encontrá-los, “e trouxe Rebeca para a tenda de Sara, sua mãe; tomou-a e ela lhe foi por mulher; e ele a amou. Assim Isaque foi consolado depois da morte de sua mãe” (Gn 24:67).

Isaque casou-se com sua bela prima Rebeca, que foi sua única esposa e, aproximadamente, vinte anos mais tarde ela deu a luz a dois filhos: Esaú e Jacó.

 

 

13 comentários:

  1. pauloeduw3:18 PM

    Seguindo as regras de postagem proponho que se reanalise o post diante da história da alegorização bíblica. Entender esse texto dessa maneira pode parecer engenhoso, supraespiritual e relativo as revelações, porém, a Bíblia é clara sobre o papel do Espírito em nossa compreensão das Escrituras. Ele nos conduz a percepção da nossa miserabilidade e ao encontro genuíno com Deus. Esse é o tipo de compreensão que recebemos dele. O Espírito Santo não revela significados da Escritura de forma que a interpretação apresentada acima está tomando forma de abuso subjetivo contra a revelação objetiva de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo1:16 AM

      E só nobre amigo entender que quem trás está (tipologia ) a este texto sagrado e um teólogo americano por nome R. N. Chaplin PH. D. Fonte.

      Excluir
  2. Anônimo12:41 PM

    Caro amigo, tenho certeza de uma coisa, Deus não revela Suas verdades aos "simples", Ele revela aqueles que O buscam. Muitos fazem um estudo da Biblia, e não conseguem ver o que somente o Espirito Santo pode revelar. Louvado seja Deus pela revelação que lhe foi dada.

    ResponderExcluir
  3. tô pasmo com essa publicação!!! é coisa de gente alienada ao que a igreja católica criou na época medieval, o casamento no formato tradicional que conhecemos na igreja e no papel!! mas casamento mesmo é no coração, nenhum pastor ou papel e caneta vão ter o poder de fazer duas pessoas se amarem!!!isaque viu rebeca no camelo ao longe, tomou-a e levoe-a ao seu aposento e ali à amou!!!!!!esse foi o casamento deles!!! amor!! o qual a igreja esconde!!

    ResponderExcluir
  4. Caro Paulo! Correto. Seu comentário ratifica o texto da postagem. A Igreja nada esconde. Alguns, que se dizem ungidos, é que inventam coisas que não estão no texto sagrado.A importância do texto está em sua interpretação, ou seja porque o texto está lá ou qual é a moral da história?. Analise por este lado.

    ResponderExcluir
  5. caros amigos que leram esta passagem de isac e rebeca isso prova oque nenhuma religiao prega a respeito do casamento no modelo da biblia eu sobre oque as pessoas pensam hoje que acham que um papel do cartorio vale alguma coisa pra deus se nao sabem pensar que o casamento pra deus e a uniao entre marido e mulherer e logico com a confirmacao de deus as igrejas deveria pregar a verdade sobre o casamento e falar sobre certo e errado pois minha opinia tirada da biblia e casamento com a descisao dehomen e mulher ir morar em um teto e um assumir o outro esposa e e marido e deus ja confirmou

    ResponderExcluir
  6. Queria agradecer pelo alimento que consegui nutrir!!!
    Obrigado mesmo, de coração.
    Deus abençoe aos criadores de conteúdo deste blog.

    ResponderExcluir
  7. Gente de mentalidade, pobre, esquece de prestar a atenção do verdadeiro significado do texto que é a redenção da igreja por Cristo e fica usando para criticar a igreja (instituição), se uma pessoa ama a outra, que mal há em legalizar isso no cartório?

    ResponderExcluir
  8. Anônimo2:08 AM

    MUITO REAL ESSA COMPARAÇÃO SÓMENTE ATRAVÉS DO ESPIRITO SANTO DE DEUS, PARA ENTENDER A BÍBLIA, E É BEM REAL. AMEI. EU LEIO E RELEIO ESSA PASSAGEM, E O ESPIRITO SANTO DE DEUS JA HAVIA COLOCADO EM MEU CORAÇÃO. ESSA COMPARAÇÃO.O CASAMENTO DE ISAQUE , E A IGREJA DO SENHOR JESUS.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo8:26 PM

    MUITO CLARO O SENTIDO ESPIRITUAL, O AUTOR USOU PALAVRA SIMPLES, MAS, PROFUNDAS, O PAI AMOROSO, O FILHO QUE DO-OU TUDO, E O AMOR INCONDICIONAL A NOIVA. JESUS CONTINUE ILUMINANDO PARA POSTAR MAIS PEROLAS COMO ESTAS. COM ESTIMA CRISTA ISAIAS 52-7

    ResponderExcluir
  10. Anônimo8:12 PM

    A Bíblia é um composto de livros que ensinam o que é necessário ao bem viver. Interpretam-na como bem querem. Mas o que podemos fazer, é usar a massa cinzenta e buscar o entendimento, de todo coração e assim, alcança-lo!

    ResponderExcluir

1. Reservamos o direito de não publicar críticas negativas de "anônimos". Identifique-se por seu e-mail e pela URL de seu blog ou home page e terá sua opinião publicada.

2. Os comentários serão aprovados segundo nossos critérios. Somente publicaremos os comentários que atendam propósitos relativo ao tema.

3. Discordar não é problema. Na maioria das vezes pode redundar em edificação e aprendizado. Contudo, faça-o com educação. Não toleraremos palavreado torpe, ofensivo e inconveniente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...